Informações sobre Licenciamento

Licenciamento Microsoft

Cloud Solutions Provider (CSP)

Quando o conceito de Cloud Solutions Provider (CSP) chegou ao Brasil, em 2015, as empresas passaram a ter mais uma opção na hora de investir em tecnologia disponível na nuvem. Se antes o que dominava era o modelo de compra pré-pago, hoje a tendência é o modelo de uso e consumo, pelo qual o serviço em nuvem pode ser cobrado mensalmente.

O CSP é uma modalidade de serviço que, por meio da nuvem, facilita aos clientes a decisão de uso e dá mais autonomia na contratação do serviço.  Assim, o objetivo maior do programa CSP é adequar o serviço à necessidade do cliente, para que ele pague somente pelas tecnologias consumidas, além de ter disponíveis serviços à parte que podem ser acrescentados ou removidos ao longo do tempo.

Como funciona o sistema de uso e consumo do CSP?

Muitas empresas investem em tecnologias, como computadores, servidores e softwares, para atender projetos pontuais. Acontece que, depois de algum tempo do projeto finalizado, toda essa infraestrutura tende a ficar ociosa.

O CSP é um modelo contratual que permite que o cliente faça um balanceamento e pague realmente pela tecnologia que usou em determinado período. Quando conectamos isso ao cenário brasileiro atual, é um avanço, principalmente quando falamos de pequenas e médias empresas. Para a Microsoft, é interessante ajudar as empresas a fazerem mais em termos de tecnologia, além de fazer com que essas novas tecnologias estejam acessíveis e caibam no orçamento destas empresas.

Pelo pagamento por uso, o CSP permite que pequenas e médias empresas invistam mais em tecnologia nos períodos em que realmente necessitam, obtendo, assim, resultados rápidos e aumento da receita.

Conheça os prejuízos da PIRATARIA

A pirataria de software prejudica a todos – desde desenvolvedores de software, proprietários de lojas do varejo até os próprios usuários do produto. A replicação e a distribuição ilegal de software têm um impacto significativo sobre a economia, resultando em prejuízos de bilhões ao país, reduzindo empregos e originando evasão de divisas e impostos – recursos que poderiam ser revertidos para a própria população. As empresas que são vítimas da queda de faturamento em decorrência da pirataria são obrigadas a cortar despesas inicialmente destinadas ao desenvolvimento de novas tecnologias e forçadas a reverter seus recursos financeiros em proteção de seu software e de seus usuários legítimos. No final das contas, com a pirataria ninguém sai ganhando.

Os riscos decorrentes de uso de software Pirata
Qualidade
O software pirata geralmente está desprovido dos principais recursos e documentação, não proporcionando aos usuários qualquer garantia ou opções de atualização.

Vírus
CDs não devidamente testados poderão estar infectados com vírus que irão danificar seu disco rígido ou contaminar a rede, além de não contarem com os inerentes benefícios de suporte técnico do software original.

Riscos para as empresas
A cópia ou o uso de software copiado ilegalmente no local de trabalho coloca toda a empresa sob risco de infringir a legislação de direitos autorais. O software pirata põe a perder muitos recursos da empresa, quer por sua baixa funcionalidade ou pelo risco de vírus, aumentando significativamente os custos de TI.

O que a Microsoft faz com as informações de pirataria recebidas?
Cada comunicação é processada junto ao departamento jurídico. As medidas da Microsoft podem adquirir várias formas, desde uma simples carta de advertência até uma ação criminal.

Quais são os riscos no uso de software ilegal?

O uso software ilegal, ou em situação irregular, pode resultar em processos cíveis e criminais. A organização estará exposta a altas multas, indenizações e até prisão dos responsáveis. Embora os executivos das empresas acreditem que não exista possibilidade da empresa ser descoberta, pelo menos duas são autuadas a cada. A indústria de software descobre violações ao Direito Autoral através de denúncias, o que dá início aos processos de busca e apreensão, instauração de queixa crime e abertura de processos indenizatórios. No Brasil, as indenizações podem chegar a até 3 mil vezes o valor do software irregular, e a penas de prisão de até quatro anos.

Quais são os tipos de pirataria de software?

Alguns exemplos comuns de práticas encontradas no mercado.

– Falsificação

É a cópia com a intenção de imitar o material original. Inclui imitação da embalagem, documentação, etiquetas e as demais informações.

– Produção de CD-ROM Pirata

É a duplicação ilegal e a comercialização das cópias com objetivo de obter lucro. Normalmente, a cópia é feita em mídia regravável e vendida através de anúncios classificados em jornais, pela internet, ou diretamente em “lojas” ou bancas de camelôs. Costumam trazer “coletâneas”, ou seja, diversos programas compactados num único CD, e seu preço é geralmente irrisório. Diferente da falsificação, neste caso, o usuário sabe que está comprando uma cópia ilegal.

– Revendas de Hardware

Alguns revendedores de computador, sobretudo aqueles que atuam no mercado informal, gravam cópias não autorizadas de software nos discos rígidos dos PCs, sem fornecer ao usuário a licença original ou a documentação técnica e a Nota Fiscal do produto. Trata-se de estratégia para incentivar a compra do hardware, sem o conhecimento do comprador quanto a existência de pirataria.

– Pirataria Corporativa

É a utilização de cópias não autorizadas de software para computadores dentro de organizações (empresas, escolas, repartições públicas, etc). Ocorre quando cópias adicionais são feitas por empregados e/ou prestadores de serviço para uso na corporação, com ou sem o conhecimento dos proprietários ou responsáveis legais, ignorando a necessidade de aquisição das novas licenças de acordo com as regras de licenciamento de cada Fabricante.

– Pirataria Cliente/Servidor

Quando a empresa passa de um ambiente de usuários isolados para um ambiente de rede, é comum confiar a instalação e o gerenciamento a consultores ou revendedores. Podem ser instaladas cópias ilegais no servidor, ou mesmo uma cópia original, mas não destinada ao uso em rede e ainda, permitir mais usuários do que a quantidade definida na licença, colocando a empresa em sério risco. Exceder o número permitido de usuários discriminado na licença também se configura como pirataria.

– Pirataria online

Como o acesso à internet se tornou uma prática comum nos ambientes de trabalho, este tipo de pirataria vem crescendo rapidamente. O software pode ser facilmente transferido e instalado, e mais, anonimamente.

No Brasil, o direito autoral é definido por quais leis? Quais são as penas e indenizações previstas?

No Brasil, o direito autoral sobre o software é definido pelas Leis nº 9.609/98 e nº 9.610/98, que protegem o direito de autor sobre programas de computador, abarcando medidas reparatórias na hipótese de uso desautorizado também.

Violar direito de autor: Detenção de 6 meses a 2 anos ou multa.
Reprodução para fins de comércio: Reclusão de 1 a 4 anos e multa.
Exposição à venda, aquisição, ocultação ou armazenamento para fins de comércio, de cópia produzida com violação de direito autoral: Reclusão de 1 a 4 anos e multa.

QUALQUER DOS DELITOS ACIMA: Indenização que pode chegar a 3 mil vezes o valor de cada software.

Office 365 Education

office-365education-1024x456

Dê autonomia para a educação com o Office.

     As instituições acadêmicas qualificadas podem receber o Office 365 Education sem nenhum custo ou podem atualizar para recursos avançados com um desconto significativo. Verifique se sua instituição acadêmica é certificada para aproveitar essas ofertas.

Crie experiências de aprendizagem dinâmicas dentro e fora da sala de aula.

tabelaedu-1024x733

planoo1-1024x275

O que é pirataria de software?

Pirataria de software é a cópia ou distribuição não autorizada de software protegido por direitos autorais. Isso pode ocorrer pela cópia, download, compartilhamento, venda ou instalação de várias cópias em computadores pessoais ou de trabalho.

Precisando de Chaves de Licenças?

Localize-as, e todas suas informações sobre licenciamento, no Centro de Licenciamento por Volume da Microsoft (VLSC)

Clique aqui para acessar o VLSC

Programa de Licenciamento por volume

O programas de Licenciamento por Volume da Microsoft atendem às organizações que adquirem cinco ou mais licenças, mas não precisam de várias cópias da mídia e da documentação e não querem manter o controle de vários contratos de licença individuais. O Licenciamento por Volume oferece o potencial de uma economia substancial, facilidade de implantação, aquisição flexível, opções de pagamento variadas e outros benefícios, como a manutenção contínua. Os programas de Licenciamento por Volume são adaptados às suas necessidades específicas e às de seus clientes, com base no tipo de programa, no porte da organização e no segmento de mercado.

Programa Microsoft Open

Com uma plataforma personalizável e vantagens de preço para compra de volume, os programas Open fornecem uma maneira simples e econômica para os clientes adquirirem a tecnologia Microsoft mais recente.

Visão geral dos programas Open

Conheça os programas Open para Educação, Governo e Instituições de Caridade

Gráfico de comparação dos programas de licenciamento por volume para clientes SMB

Microsoft Open License

O Open License será uma boa opção se o cliente for uma organização corporativa, acadêmica, filantrópica ou governamental que deseja pagar pelo uso. Eles devem ter uma compra inicial mínima de cinco licenças de software para um contrato do Open License e podem adquirir produtos licenciados adicionais através do Open License em qualquer quantidade a qualquer momento durante o prazo de dois anos do contrato.

Microsoft Open Value

O Open Value é um programa abrangente de Licenciamento por Volume da Microsoft para organizações comerciais e governamentais de pequeno e médio porte que precisam de uma maneira flexível e acessível para comprar licenças no local. O Open Value é também uma forma fácil de inscrever-se para selecionar serviços baseados em nuvem para a tecnologia Microsoft mais recente.

Microsoft Open Value Subscription

O Open Value Subscription oferece os custos iniciais mais baixos das opções do Open Program com a flexibilidade para reduzir os custos totais de licenciamento em anos quando o número de computadores desktop diminuir. Essa opção dá aos clientes os direitos de executar o software em toda a organização apenas durante a vigência do contrato com a Microsoft. Eles também têm a capacidade de adicionar a opção de plataforma única a um contrato do Open Value Subscription.

 

Recursos do programa Microsoft Open:

Guia dos programas Open

Perguntas frequentes sobre o Office 365 Open

Apresentação dos cenários do Office 365 Open

Software Assurance

O Software Assurance para Licenciamento por Volume oferece uma gama abrangente de benefícios que ajudarão as organizações a planejar, implantar e usar o software e os serviços mais recentes da Microsoft. O programa abrange tecnologias e serviços da Microsoft, e inclui novos direitos de versão de produto, treinamento, planejamento de implantações e suporte. O Software Assurance foi projetado para melhorar a produtividade dos profissionais de TI e dos usuários finais na sua organização, e ajudar você a estender o valor do seu investimento tecnológico.

Oportunidades para parceiros

O Software Assurance proporciona uma oportunidade única para você se conectar aos seus clientes durante o período do contrato de licença. No início, você pode trabalhar com seus clientes para ajudá-los a planejar o uso dos benefícios. Depois, no decorrer do período do contrato, você pode continuar desenvolvendo a fidelidade e a confiança de seus clientes encorajando-os a usar todos os benefícios do Software Assurance para implantar o software mais recente da Microsoft de modo a maximizar a produtividade.

Os serviços de planejamento e o treinamento são benefícios de alto valor para os clientes do Software Assurance — e representam oportunidades de geração de receita para você. A Microsoft paga a parceiros qualificados para fornecerem esses serviços, portanto você pode expandir o seu negócio incorporando-os em suas ofertas. Forneça Software Assurance Planning Services para ajudar os clientes a planejar implantações bem sucedidas e a usar o software mais recente. Ou, se você for um parceiro com a competência Learning, receba pagamentos para fornecer treinamento técnico e de usuários gratuito do Software Assurance.

 

Recursos do Software Assurance:
Perguntas frequentes sobre o Software Assurance

Gráfico dos benefícios interativos do Software Assurance
Guia de Início Rápido do Software Assurance

Visão geral dos Software Assurance Training Vouchers

Ainda possui alguma dúvida?

Caso ainda tenha alguma questão que não falamos aqui, entre em contato conosco através do e-mail comercial@futuratecnologia.com.br

Se você já é nosso cliente

Faça login em nossa central do cliente e desfrute de diversos artigos de conhecimentos.
Para isso clique aqui